Vereadores apresentaram dois novos projetos e Lei em sessão ordinária

Os vereadores de Trombudo Central também estiveram reunidos em uma sessão ordinária nesta segunda (2). Os legisladores apresentaram dois novos projetos de Lei. Esta foi a quadragésima segunda sessão ordinária, da terceira sessão legislativa e décima quinta legislatura.

A vereadora Maria Beatris Buchling Wietzkoski apresentou uma indicação. Ela solicitou que a Prefeitura realize o cascalhamento das estradas das localidades Ribeirão Café, Palhocinha, Sabugueiro e Fruteira. O motivo foi o pedido das pessoas que trafegam nestas localidades.

Houve a aprovação, em primeira votação, do Projeto de Lei n° 31/2019 do Executivo englobando sua Emenda Modificativa n° 01: ESTIMA RECEITA E FICA DESPESA DO MUNICÍPIO DE TROMBUDO CENTRAL PARA O EXERCÍCIO DE 2020 - LOA.

Além disso houve a apresentação de dois projetos de Lei. O primeiro de n° 39/2019 do Executivo: AUTORIZA O PODER EXECUTIVO A FIRMAR TERMO DE FOMENTO E TRANSFERIR RECURSOS FINANCEIROS AO HOSPITAL TROMBUDO CENTRAL. O segundo de n° 40/2019 do Executivo: AUTORIZA O PODER EXECUTIVO A FIRMAR TERMO DE FOMENTO E TRANSFERIR RECURSOS FINANCEIROS A ASSOCIAÇÃO DE PAIS E AMIGOS EXCEPCIONAIS - APAE.

Dentro das explicações pessoais o vereador Jean Damasio parabenizou os estudantes e representantes da escola Hermann Blumenau, que instalaram lixeiras, na Rua Joinville. A iniciativa merece elogios e pode servir de exemplo para toda cidade. Também destacou que a Delegacia de Polícia recebeu dois fuzis automáticos. Além disso solicitou que os vereadores participem da entrega oficial das armas que serão utilizadas pelos policiais de Trombudo Central.

Dentro das explicações pessoais o vereador Jaime Guilherme garantiu que jamais vai prejudicar o Executivo. Lembrou que foi eleito pelo povo e afirmou que vai apoiar todos os projetos favoráveis aos moradores de Trombudo Central. Ressaltou que não aprovou o projeto de financiamento, que a Prefeitura pretendia, porque não sentiu confiança de que a ação seria segura para o setor financeiro da Prefeitura. Garantiu também que ninguém vai interferir no voto que ele escolher.

Dentro das explicações pessoais a vereadora Maria Beatris disse que não é contrária ao desenvolvimento da cidade, mas, votou contra o financiamento que a Prefeitura pretendia porque não concordou com as formas e condições que foram apresentadas e propostas. Além disso pediu para a Secretaria de Obras providenciar o cascalhamento da Rua Hilario Buzzarello.

Dentro das explicações pessoais o vereador Edson Morais destacou que o partido PSD, através do deputado federal Darci de Matos e o deputado estadual Milton Hobus, estão conseguindo recursos para o município de Trombudo Central. As áreas atendidas e beneficiadas serão: Assistência Social, Saúde e Agricultura.

Dentro das explicações pessoais o vereador Luiz Augusto destacou que ver a reprovação ao projeto do financiamento que a Prefeitura pretendia foi uma experiência decepcionante. Lamentou a ausência da maioria dos vereadores, na sexta, na inauguração do Natal na praça. Elogiou também a decoração do espaço que foi produzida pelo representante da Cultura, Magrão. Finalizou dizendo que o trabalho do funcionário Magrão é muito bom e que a prefeita acertou na escolha do seu time para fazer gestão.

Dentro das explicações pessoais o vereador Lauri Floriano disse que jamais torceria contra o município de Trombudo Central. Destacou que foi contra o financiamento que a Prefeitura pretendia porque tem preocupações com a situação financeira do município. Para ele a Saúde deve ser colocada em primeiro lugar. Destacou que não adianta fazer pressão nos vereadores. Afirmou que na Câmara não tem criança pequena e todos merecem respeito. Salientou que já entregou algumas indicações e muitas não foram atendidas. E finalizou pedindo mais atenção com a situação dos acostamentos na cidade.